Mensagem do Presidente

Senhores Conferencistas,

Indiscutivelmente, o Brasil, nas últimas décadas tem se tornado um importante exemplo mundial na produção de alimentos, invertendo sua condição inicial de importador para grande exportador dos mais variados produtos agropecuários. Nesse sentido, o mercado importador, cada vez mais exigente quanto a qualidade dos referidos produtos, tem pressionado o sistema de DEFESA AGROPECUÁRIO brasileiro a se MODERNIZAR, seja através dos controles de processos nas diversas cadeias agropecuárias, seja através da especialização nos sistemas de análise de riscos, provendo, sempre, ações técnicas de caráter preventivo e corretivos.

A emergência fitossanitária deflagrada contra a Helicoverpa armigera, praga exótica para o Brasil até aquele momento e que promoveu severos prejuízos às cadeias produtivas de soja, milho e algodão, bem como a erradicação da Cydia pomonella, praga da macieira, são exemplos que demonstram que o sistema brasileiro de DEFESA AGROPECUÁRIO dispõe de aporte técnico para a implantação e implementação de medidas de controle e eliminação de pragas e doenças que ameaçam a matriz agropecuária nacional, ressaltando, a contínua necessidade de MODERNIZAÇÃO do sistema.

Maior exportador mundial de carne bovina, com um rebanho superior a 220 milhões de cabeças, dispersas em um país de dimensões continentais com condições edafoclimáticas bem diferenciadas, torna o objetivo nacional de livre de febre aftosa sem vacinação para 2021 em um grande desafio que enfrentaremos. Digo nós: órgãos regulatórios, setor privado, academia, dentre outros atores que fazem parte direta ou indiretamente deste importante segmento produtivo, sendo, na nossa visão, o COMPARTILHAMENTO DE RESPONSABILIDADE o melhor caminho para atingirmos de forma exitosa este importante objetivo.

Assim, durante a 6ª CNDA, com a realização de palestras, mesas redondas, encontros técnicos, serão apresentados e discutidos resultados relevantes para a DEFESA AGROPECUÁRIA, proporcionando o intercâmbio de importantes informações entre os agentes envolvidos, tais como pesquisadores, professores, estudantes de graduação e pós-graduação, produtores e técnicos de empresas públicas, privadas e ONGs ligadas ao setor.

Será uma grata satisfação contarmos com a participação de todos você! Venham à Bahia para fortalecermos a defesa agropecuária nacional!

“Moderniza Defesa: Processos, Serviços e Sustentabilidade” 

Paulo Emilio Torres
Presidente da SBDA

REALIZAÇÃO

COLABORAÇÃO

PATROCÍNIO

SECRETARIA EXECUTIVA E AGÊNCIA DE TURISMO OFICIAL